06/02/2014 - Hidrelétricas de GO têm nível dos reservatórios afetados por estiagem - Portal PCH

06/02/2014 - Hidrelétricas de GO têm nível dos reservatórios afetados por estiagem

Apesar da falta de chuva, órgãos responsáveis descartam racionamento.
Meteorologia prevê que pancadas devem se intensificar a partir do dia 18.

A estiagem que atingiu Goiás no início deste ano está provocando uma redução no nível dos reservatórios das hidrelétricas do estado. Em Itumbiara, na região sul, foram registrados apenas 68 milímetros de chuva na região da barragem, índice bem inferior para a média registrada neste período do ano, que é de 266 milímetros. Com isso, a seca prolongada reduziu a capacidade da barragem para 27%. Embora o nível esteja baixo, o lago ainda está dez metros acima do mínimo necessário para a geração de energia.

A situação mais grave é em São Simão, no sul do estado. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a hidrelétrica opera com menos de 20% do volume de água do reservatório.

Em Três Ranchos, no sudeste de Goiás, a barragem da Usina de Emborcação opera com 40% da capacidade máxima, mas o volume do lago está subindo nas últimas semanas. Na hidrelétrica de Serra da Mesa, responsável pelo abastecimento da região norte do estado, o lago está com pouco mais de 30% do volume máximo.

Mesmo com os níveis preocupantes na quantidade de água nas barragens, a ONS e a Furnas - subsidiária da Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras), afirmam que a distribuição de energia ainda não foi afetada. Até o momento, as usinas estão com todas as turbinas em operação e a possibilidade de racionamento está descartada.

A expectativa da empresa é que o nível volte a subir no fim deste mês. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas devem se intensificar nas regiões a partir do dia 18 de fevereiro.

Fonte: G1